16 abr

Como escolher o travesseiro ideal para o bebê

Antes de completarem um ano os bebês ainda não precisam de um travesseirinho, no entanto, conforme vão se desenvolvendo, a necessidade de escolher um bom travesseiro do bebê surge e, com ela, muitas dúvidas.

Vamos tentar acabar com algumas delas para você descobrir como escolher o travesseiro infantil ideal para o seu filhotinho!

 

Dicas para escolher o travesseiro do bebê

Tem sensação melhor do que ver um bebezinho dormindo tranquilo? Claro que isso só é possível quando o filhotinho está totalmente confortável, seguro e tranquilo na caminha.

Um bom travesseiro é parte importante desse momento, pois é ele que garante a sustentação do pescoço e o alinhamento da coluna em cada fase do desenvolvimento da criança.

Cada faixa etária precisa de um tipo diferente de travesseiro infantil, de acordo com a posição como o bebê deve deitar naquela determinada fase.

O importante é observar se cabeça, pescoço e coluna estão alinhados quando o filhotinho está deitado, tanto de costas como de lado.

 

Quando comprar o primeiro travesseiro do bebê?

Até o primeiro aninho o travesseiro é dispensável porque ele deixará o bebê com a cabeça muito elevada, o que pode gerar desconfortos e até mesmo dores.

Passados os primeiros doze meses, é vantajoso ter um travesseiro adequado para a etapa de desenvolvimento do bebê.

Ao escolher o modelo que se encaixe melhor no seu estilo de vida e na rotina do bebê, procure observar características como o design antissufocante, que reduz os riscos de asfixia.

Também dê preferência aos tecidos antialérgicos e os materiais que possuem “memória”, ou seja, voltam ao formato original após a aplicação do peso.

 

Tipos de travesseiros para bebês

Os travesseiros antissufocantes são aqueles com furinhos na sua superfície. Esse tipo de travesseiro infantil possui estrutura de espuma vazada, possibilitando que o pequeno consiga respirar tranquilamente.

Já os tecidos antialérgicos são aconselhados para os filhotinhos com problemas respiratórios, já que eles possuem ação antibacteriana e antiácaro, eliminando a presença desses agentes nocivos à saúde e protegendo o bebê.

 

Quando trocar o travesseiro do bebê?

Sendo feita a higiene do travesseirinho regularmente, o principal indício de que está na hora de renovar o produto é se você notar que a cabeça da criança está pendendo muito para baixo quando ela está deitada.

O ideal é que o travesseiro mantenha alinhados pescoço, cabeça e coluna, portanto, quando isso não acontece mais, é hora de trocar!

Conforme o filhotinho crescer, você irá observar que o travesseiro vai ficando muito pequeno e o próximo precisará ser um pouco maior.

Lembre-se: converse e siga sempre as orientações do seu pediatra. Há situações em que os bebês precisam de travesseiro antes de completar um ano ou em formatos diferentes pois tem alguma especificidade como refluxo ou problemas respiratórios…

Nesses casos somente um profissional saberá com certeza qual o melhor travesseiro para o seu filhotinho!

Gostou das dicas? Deixe o seu comentário para o Dino!

posts relacionados

Deixe um comentário